Uma carreira com propósito e mais autonomia

8 minutos para ler

A Vamos Subir, startup social que ajuda jovens no início de carreira a ter sucesso diante uma mudança comportamental, realizou live no último dia 8 do mês de julho de 2020 com Ricardo Dias, vice-presidente de marketing da Ambev.

Vale a pena você conferir esse conteúdo que resume o que foi abordado na live. Acelere sua carreira! Confira!

Ricardo Dias compartilhou nessa live sua visão pessoal sobre carreira, inclusive sua jornada dentro da Ambev e iniciou salientando que está na Ambev há 20 anos, e iniciou sua trajetória na área de vendas, a qual é a essência no negócio da Ambev.

Ele já viajou por vários países do mundo à missão da empresa e sente muito orgulho disso.

O que ele fez para chegar onde está hoje

Ricardo Dias salienta que ele está hoje onde o deixa feliz, foi devido ele ser ambicioso, acreditar no poder do sonho, e por trabalhar duro e fazer a diferença, sempre assumindo riscos em sua jornada.

Para ele, a fórmula para uma carreira de sucesso continua a mesma, o mesmo que há 20 anos atrás, mesmo diante tantas mudanças que a sociedade tem enfrentado.

Para ele, as novas ferramentas ou características que temos que “carregar” conosco são: a criatividade, a colaboração, a comunicação, a capacidade de pensamento crítico, para ele isso é denominado os 4Cs.

Como se manter motivado por 20 anos numa empresa e qual o momento de buscar a mudança para outra área?

Ele afirma que as pessoas precisam entender que “quem manda” na carreira delas são elas próprias. E, que são as pessoas que “dão as cartas”.

E, quem empreende, sabe que qualquer negócio depende do próprio empreendedor, e é preciso saber “jogar o negócio”.

Para ele é essencial buscar insights nas pessoas, as quais são ainda os maiores recursos que um negócio pode ter no mundo, e que pessoas que oferecem confiança e que entregam resultados, são ainda o melhor ativo de qualquer empresa.

Tendências para o futuro relacionadas ao avanço da tecnologia

Dias acredita que para daqui a 20 ou 30 anos, muitas das atuais funções vão ser substituídas.

Segundo ele, tudo que não depende da criatividade tende a ser mais afetado. Então para atividades muito repetitivas, que possam ser facilmente ser substituída por um software, essas sim, podem ser muito afetadas.

Mas que a pessoa ou profissional que realmente quer continuar competitiva, ela consegue, pois são pessoas que já têm o DNA do sucesso ou que a permita que faça acontecer!

Flávio Valiati, fundador da Vamos Subir, participante da live, sugeriu que tudo que é matemático, repetitivo e padronizado vai ser substituído. Mas o ser humano tem a empatia e nenhuma máquina pode ter essa habilidade: um grande diferencial.

Por isso, o grande diferencial do ser humano é se tornar cada vez mais humano, o que foi muito visto na solidariedade por parte das pessoas na atual pandemia. Dias fez questão de afirmar que as marcas que se engajaram nas causas sociais e fizeram ou estão fazendo a diferença hoje, diante a atual pandemia, vão ser as marcas mais lembradas no futuro.

Quais mudanças estão havendo que impacta na carreira do jovem?

Para Dias, hoje, qualquer profissional, precisa ser acessível, estar nas redes socias, ser mais curioso, interagir mais socialmente, participar mais das possibilidades e ferramentas que a tecnologia oferece. E com isso, o que está havendo no mundo hoje, é a democratização da nossa realidade educacional e tende a evoluir, o que é muito positivo paras as pessoas, de modo geral.

E, se o jovem e os profissionais souberem aproveitar dessas novas ferramentas e buscarem mentores para suas carreiras, quanto ao aproveitamento dessa maior difusão do conhecimento e novas ferramentas, essas pessoas estarão em vantagem.

“Os modelos tracionais de ensino estão fadados ao fracasso”, afirma Dias. E, quem conseguir se alinhar às mudanças que estão havendo e usar da criatividade, estarão à frente de muitas outras.

Como filtrar tanta informação e fazer melhor uso dos conhecimentos que estão disponíveis hoje?

O ideal é decidir por quais fontes ou canais de informação iremos utilizar, se é em forma de texto, vídeo, podcast etc.

Depois disso, não deixar que os meios de comunicação nos tragam somente o que foi filtrado, conforme nosso comportamento na rede social, enfim, mas sermos mais proativos na busca por fonte e conteúdos relevantes e atuais.

Dias faz questão de afirmar que as melhores fontes de informação ainda são as pessoas, as quais oferecem oportunidades de relacionamento, e isso não tem preço. E que um erro grande para ele, foi por muito tempo não conversar e se relacionar com pessoas de fora de sua empresa ou fora de seu contexto de trabalho. Mas hoje, ele corrigiu isso.

Quais competências são chaves para o sucesso do jovem ou qualquer profissional?

Criatividade, adaptabilidade e colaboração são competências chaves para o sucesso de qualquer profissional.

Ricardo Dias

Dias afirma que nunca viveu um momento onde as pessoas precisassem tanto de ter a capacidade de adaptabilidade. E que quem não for capaz de se adaptar ao atual momento em que estamos vivendo, vai ficar para trás.

A questão da criatividade, é também um pilar muito necessário.

E, complementando, para ele, no processo de criação, as pessoas precisam confiar umas nas outras para conseguirem falar sem medo, dar sugestões, ou seja, é preciso um ambiente seguro e sem          burocracia, de modo que as pessoas tenham autonomia para criar e executar um projeto.

Dias gosta muito de fazer reuniões com seu pessoal, em processo colaborativo, onde são produzidos vários insights, e isso é transformado em uma ideia criativa. Nessa hora é que a Ambev dá início a uma grande campanha ou uma grande ação, e isso, pode fazer a diferença para uma empresa ou marca.

Isso é o que mais importa, pois depois disso, é preciso confiar nas pessoas e que elas irão, a partir de um empoderamento (ele até brinca com seu pessoal que eles têm autonomia, “mas só não pode levar a empresa para a falência”), o poder criativo das pessoas é muito maior para gerar inovações e resultados.

A relação erro x aprendizagem x resultados

Dias chama a atenção para a necessidade de experimentar, de errar, isso gera a aprendizagem, e conseguimos fazer muito melhor das próximas vezes. Ele cita o caso de suas ações de marketing; se seus produtos não forem para a “rua”, a empresa não consegue a qualidade que ela tem hoje.

Então, um líder, que seja uma chefe de cozinha, para eles o ato de fazer é muito importante para o resultado final

Inclusive ele diz que um famoso jogador de basquete, Kobe Bryant, foi o que mais errou arremessos e que ninguém se lembra disso porque esse jogador sempre ganhou muito também, o que sobrepõe seus erros.

“Errar faz parte do processo de melhoramento e errar é bem menor do que a satisfação de nossos acertos”, salienta Valiati, complementando essas ideias.

O impacto positivo, sendo assim, é muito maior e valoroso quando se erra, mas busca acertar!

Conselhos para os jovens e profissionais?

Para Ricardo Dias, por exemplo, ele não pode inspirar suas filhas que elas precisam ser médicas, astronautas ou outra profissão, mas que ao invés de dar uma direção de carreira, o importante é oferecer aos jovens, a confiança de que eles podem ser o que eles querem, basta que se esforcem para isso.

Hoje, é preciso não perder oportunidades: de fazer, por exemplo, uma nova viagem, ir ao exterior, ou conhecer alguém diferente, pois quando se conhece alguém com pontos de vista diferentes, sempre tiramos grandes lições disso.

Outro ponto é que quando o profissional busca entrar numa empresa ou se manter nela, e não consegue ou não dá certo, é preciso repensar, pois a empresa pode não ser a certa para você ou você não ser a pessoa certa para a empresa.

E por último, olhe os valores dessa empresa, sua cultura no geral, uma vez que isso é essencial para a compatibilidade entre profissional e empresa.

Quando a Pandemia passar, que lições teremos?

É preciso entender que a pandemia está nos trazendo uma aceleração de tendências, e assim, é necessário olhar as tendências, investigar e investir nisso.

Inclusive, os empreendedores que possuem uma ideia de negócio, é hora de repensar essa ideia conforme essas novas transformações.

Concluindo

Neste conteúdo você conferiu um resumo de uma live feita com Ricardo Dias, que compartilhou sua visão pessoal e insights sobre carreira, mudanças e desenvolvimento pessoal, inclusive falando de sua carreira dentro da Ambev.

Assista o vídeo na integra para melhor assimilação desse conteúdo e avance em sua carreira, acesse LiveVS-Ricardo-Dias.

Até o próximo conteúdo!

Você também pode gostar

Deixe um comentário