Sua carreira e a transformação digital com presidente da Oracle

8 minutos para ler

O Vamos Subir, startup social que ajuda jovens no início de carreira a ter sucesso a partir de sua mudança comportamental, realizou live no último dia 17 do mês de setembro de 2020, com Rodrigo Galvão, presidente da Oracle.

Confira agora esse conteúdo que vai ajudar você a ter mais conquistas em sua carreira!

Vamos lá?

Rodrigo Galvão, formado em Administração e com MBA feito no exterior, começou a trabalhar na Oracle há 18 anos, ele começou naempresa como estagiário.

Rodrigo Galvão iniciou sua fala na livedizendo que somos os donos de nossas carreiras, empreendedores de nossa carreira, até porque ele acredita que o ser humano é único, apesar do mundo querer padronizar comportamentos sobre como crescer na carreira.

Para ele, nós vivemos em um mundo com excesso de informação e isso tem que nos ajudar na nossa tomada de decisão e não esperar que as pessoas tomem decisões por nós.

E se ele não seguisse seus instintos e coração, talvez ele não estaria contando sobre sua vida e carreira. “É preciso compreender os nossos sonhos e objetivos, e entender que nossa história não é como a de outra pessoa, mas cada um tem seu caminho, seu sonho que deve ser perseguido”.

Pergunta: O quanto você atribui a sua atitude, ao ver o negócio como se fosse o dono da empresa, de abraçar a causa?

Quando você tem uma grande ideia é preciso entender como aquilo será útil para alguém, como que irá resolver um problema da sociedade.

Depois isso, é preciso testar essas ideias. Após testar, você precisar criar suas conexões, ou seja, como você consegue levar suas ideias para o mundo através da comunicação, ou de outra forma.

Traga isso para sua carreira e saiba que estabelecer conexões é fundamental para nossos grandes sonhos, estabelecendo metas e principalmente, conectando nossos corações ao nosso trabalho.

Ele aconselha que as pessoas sonhem muito e cheguem onde se quer, justamente por acreditar que nosso papel é muito maior do que trabalhar para gerar resultados. Nosso papel é criar laços, conexões, e assim, chegar onde quisermos.

E, as grandes características de qualquer profissional são a autenticidade, transparência e a consistência. E não importa o sonho que você tenha, não deixe de acreditar nele!

Pergunta: A Oracle é uma gigante de tecnologia e você foi convidado para ser presidente, e não é comum vermos isso. Qual foi sua experiência as ser chamado para ser presidente de uma empresa tão grande?

Rodrigo se considera uma pessoa como qualquer outra, mas que é ao mesmo tempo, teve momentos que ele sentiu medo, frio na barriga, raiva, felicidade… o que é natural para ele, pois se tratam de seres humanos.

Quando ele foi convidado para ser presidente da Oracle, foi algo inesperado para ele. E quando ele recebeu o convite, ele confessa que lhe deu medo. No dia seguinte ao convite, foi falado que a empresa iria anunciá-lo. Tinha um evento preparado com cerca de 200pessoas para ele se apresentar.

Para ele, foi um momento muito delicado subir ao palco e fazer um discurso emocionante. Ele nunca teve problemas com apresentações, mas nesse dia, ele sentiu o peso da responsabilidade. No final, ele acabou tocando uma música de sertanejo e cantou como parte de seu discurso, mostrando quem ele era, mantendo a identidade e genuinidade.

Ele considera que para ser bem-sucedido numa empresa, não é nada do dia para a noite, mas é preciso que as pessoas acreditem em você. E muitas vezes, as coisas começam de baixo, e você não trabalha para alguém, e sim por alguém.

E, as pessoas que chegam à qualidade de liderança precisam ser pessoas preparadas para lidar com gente.

Pergunta: No futuro, o que vai ser automatizado ou substituído por máquinas e o que o profissional do futuro precisa desenvolver para continuar a ser competitivo?

Primeiro, é preciso tirar o mito que as máquinas vão substituir o ser humano.  A tecnologia veio para facilitar nossas vidas, nós vimos por exemplo, com a pandemia, vimos que é possível trabalhar de casa; a telemedicina, como avançou… ela veio então para resolver um problema da sociedade.

Nós tínhamos cerca de 12 milhões de desempregados no Brasil, por outro lado, havia 450 mil vagas de desenvolvedores em aberto. Sabe por que isso? Tem estudos que mostram que até 2030, os empregos que vão existir ainda não existem hoje. Muitos serão pautados por essa grande transformação que está ocorrendo.

Mas segundo Rodrigo, 99% dos empregos vão estar relacionados a tecnologia e transformação digital, por exemplo, relacionados às formas digitais, marketing digital etc. Ou seja, vão existir mais oportunidades, mas é preciso ter pessoas preparadas para isso.

As empresas também têm de fazer sua parte, pois vivemos em um país onde a maioria das pessoas não tem acesso a essas questões, o que seria para as empresas gerar novos cursos de qualificação… ou seja, criando formas de impactar essas pessoas, dando oportunidades para as pessoas. Isso deve ser trabalhado em todas as regiões do Brasil.

Isso tudo a Oracle tenta fazer. Por exemplo, a Oracle tem um programa onde se faz a qualificação voltada para empreendedorismo, para pessoas de baixa renda, justamente para oferecer oportunidades. É preciso preparar as pessoas.

Pergunta: Se você tivesse uma característica para emprestar para o jovem, qual seria e por quê?

Para Rodrigo, algo muito importante em sua vida é ser resiliente, e receber o SIM não é tudo, mas é preciso aceitar a perda e aprender com isso, saber ganhar… Outra característica importante é a consistência porque não adianta nada ter um discurso lindo se a pessoa não tem nada do que prega. Ele diz que tenta ser consistente em seu trabalho todos os dias, e que seu trabalho, hoje, é influenciar e arrastar outras pessoas.

Rodrigo fala que, muitas vezes, somos programados para certos padrões que não condiz com a realidade ou demanda atual. E, muitas vezes, é preciso rever certos padrões (como faça aquilo e não faça isso) para uma maior conexão do que é dito ou ensinado e aplicado. Isso para diminuir as dissonâncias existentes.

Pergunta: Como você enxerga a cultura de doação, de give back, de compartilhar algo que agregue na vida do outro? Isso é importante?

Sempre que se fala dessa cultura, o que precisa ser feito, de fato, é gerar oportunidades para as pessoas.

Ele teve uma experiência muito positiva nos últimos anos de viver novas oportunidades. Para ele, é preciso buscar entender qual a sua responsabilidade perante o mundo. Segundo alguns estudos, somente uma pessoa impactada positivamente, com novas oportunidades, por exemplo, ela consegue impactar 10 pessoas a sua volta. Por exemplo, as pessoas pensam assim: “se ele conseguiu, eu consigo.”

Rodrigo diz que não é preciso ter grandes cargos, como presidente, diretor, vice-presidente de empresas para impactar pessoas. Mas ele recomenda que as pessoas façam o bem de forma a gerar oportunidades.

Pergunta: Em relação a idade, isso é algo que preocupa muitas pessoas, pois algumas sentem não estar evoluindo e gera desmotivação. O que fazer?

Rodrigo enxerga que quanto mais a tecnologia evoluir, mais gera oportunidades, e, ele vê o mercado muito bom para cargos relacionados à tecnologia, tais como desenvolvedores, analista de suporte, uma série de oportunidades em que a idade não é fator determinante.

E, é preciso entender o valor da diversidade, como gente jovem com pessoas de mais idade trocando ideias. Às vezes, temos pessoas que entendem muito de tecnologia, mas lhes falta vivência, não conhecem nada da vida, então, essa troca é muito importante.

Então, não importa a idade, mas sim, o que ela consegue executar, o que ela consegue fazer. O mundo pode, cada vez mais, ir por esse “caminho”, e, Rodrigo tem certeza que será benéfico para todos.

Rodrigo finaliza sua fala pedindo que as pessoas leiam o livro O Legado. E, para ele, legado não é o que vocês fazem na vida, mas o que as pessoas dizem sobre você!

Concluindo

Ele compartilhou sua trajetória de início de carreira e dentro da empresa, além de passar insights sobre sonhos, dicas de carreira, mente empreendedora, competências profissionais valorizadas e criatividade, futuro e muito mais!

Assista o vídeo na íntegra para melhor assimilação desse conteúdo e tenha uma carreira de conquistas, acesse: http://bit.ly/LiveVS-RodrigoGalvão

Até o próximo conteúdo!

Você também pode gostar

Deixe um comentário