Qual meu próximo passo?

5 minutos para ler

Me formei e agora? 

A primeira coisa a dizer é “não entre em pânico!” O mercado de trabalho pode ser competitivo, mas não há necessidade de se colocar sob pressão para simplesmente aceitar a primeira posição que surgir em seu caminho.

Vamos pensar juntos em aspectos que vão te ajudar a conseguir se encaixar no mercado de trabalho.

Para homens, segredo da felicidade está na formação acadêmica

Pense em quem você é e o que deseja!

A primeira coisa que você precisa fazer para começar a escolher um emprego é desenvolver sua autoconsciência – uma “habilidade suave” que, por sua vez, será muito atraente para os empregadores. Embora isso possa parecer um pouco assustador, você simplesmente precisa refletir sobre as experiências anteriores, o que deve ajudá-lo a identificar o que você provavelmente gostará no futuro.

Pense sobre as seguintes questões:

  • Houve algum módulo durante a sua graduação que você não apenas se saiu bem, mas também achou particularmente interessante ou agradável?
  • Em alguma experiência profissional anterior, algo se destacou como algo que você adoraria fazer para viver ou preferiria evitar?
  • Algum talento não se tornou apenas um hobby, mas uma grande parte de sua vida?

Você pode descobrir que o simples fato de pensar seriamente sobre o que adora fazer e sobre os pontos fortes que tem a oferecer leva imediatamente a ideias para empregos perfeitos. Os fatores que influenciam a escolha de uma carreira incluem sua personalidade, habilidades, interesses, valores, motivações e, claro, as qualificações do curso.

Você também precisará considerar os aspectos práticos do trabalho – alguns dos quais se tornarão óbvios durante o processo de pesquisa – como a distância que você deseja viajar para o trabalho e quanto deseja ganhar.

Também vale a pena considerar como você gostaria que fosse seu equilíbrio entre vida pessoal e profissional, se você deseja uma cultura corporativa mais descontraída, quanto treinamento estará disponível e qualquer outra coisa que você queira obter com a função.

Onde você se vê daqui a cinco anos?”

Esta pergunta comumente feita na entrevista de emprego pode causar medo no coração de muitos, embora nenhum de nós tenha uma bola de cristal, é importante mostrar ao seu empregador em potencial que você pensou em sua progressão na carreira. Os empregadores procuram profissionais que demonstrem ambição, uma paixão genuína pela área escolhida e um desejo de continuar a desenvolver-se e a melhorar. Ao procurar empregos, você deve pesquisar possíveis caminhos de progressão na carreira e considerar a possibilidade de perguntar sobre oportunidades de desenvolvimento em entrevistas. É provável que seus objetivos mudem com o passar dos anos, mas no geral é útil ter algum tipo de objetivo final em mente, o que o ajudará a se manter motivado se você passar por uma fase difícil ou maçante em seu caminho ascendente na carreira.

Fale com os outros

Se você ainda não saiu da universidade, agora é a hora de usar o serviço de carreiras, se ainda não o fez! Eles podem ajudar a aconselhá-lo sobre as carreiras, programas de pós-graduação e outras opções disponíveis, e dar-lhe uma perspectiva diferente sobre essas possibilidades e quais etapas você precisa tomar. Se você já se formou, não se preocupe – existem muitos sites dedicados a aconselhar candidatos a emprego ( Principalmente aqui no Vamos Subir). Você também pode conversar com seu tutor pessoal ou outros tutores na universidade, bem como amigos e familiares – que podem conhecê-lo melhor do que você mesmo – e podem sugerir empregos que atendam às suas habilidades e interesses. Considere conversar com graduados que já estão trabalhando em sua área de preferência e peça sugestões também. E, claro, se você puder, ganhe experiência de trabalho antes de se formar. Isso faz mais do que apenas impressionar futuros empregadores; é também uma forma valiosa de descobrir se uma função ou setor é realmente para você e que tipo de empregos estão disponíveis.

8 dicas para construir (e manter) um bom networking

Pense sobre onde seu diploma pode levá-lo.

Outro passo importante na escolha de um emprego é ver quais oportunidades estão abertas para você e se suas qualificações são adequadas para a(s) carreira(s) que você tem em mente.

Embora você deva restringir o que lhe interessa, tente também ser flexível, pois suas habilidades podem se adequar a uma variedade de setores, não apenas aqueles que naturalmente atraem graduados em seu setor.

No entanto, também é importante ser realista – alguns dos empregos mais agradáveis, interessantes e recompensadores também são provavelmente os mais competitivos, e nem sempre é fácil conseguir um emprego logo após a universidade. Muitos alunos decidem fazer um estudo de pós-graduação para desenvolver suas habilidades e conhecimentos atuais para se destacar aos empregadores.

Tenha em mente que o caminho até o emprego dos sonhos não é uma linha reta, mas uma subida, íngreme e cheia de desafios, o importante é não desistir. Lembre que uma graduação é apenas um degrau, mas a atualização constante e o exercício do networking é o que te levará ao emprego dos sonhos.

E aí, Vamos Subir? 🚀🚀🚀

Você também pode gostar

Deixe um comentário